RECEITA DE MASSALA INDIANA

A Culinária indiana destaca-se pelos temperos exóticos Na Índia, cada família tem sua própria receita de curry e massala O perfume das refeições espalha-se pela casa. A aparência os pratos, muito coloridos, também instiga o paladar e faz o pensamento seguir longe antes mesmo de experimentar o que será servido. Muitas especiarias fazem da culinária indiana uma das mais apetitosas e intrigantes. A carne não é muito consumida pelos indianos, vegetarianos na maioria dos casos. A proteína animal é servida, geralmente, duas vezes por semana. Pernil de cordeiro e cortes de frango (peito, coxa e sobre-coxa) ensopados em muito tempero são as iguarias preferidas. Entre os pratos vegetarianos, espinafre com ricota e a almôndega com legumes fritos têm fama de irresistíveis.

Uma mistura de várias especiarias e condimentos é o segredo das receitas. Você já deve ter ouvido falar em curry e garam massala: ambos têm origem na combinação de ervas finas (em pó) em proporções que são passadas de geração em geração. Na Índia, cada família produz o seu próprio curry. Já a garam massala tem sabor bem mais forte, leva pimenta-do-reino e dispensa o coentro, a páprica e o açafrão, por exemplo. O suco de limão e o lassi (bebida à base de iogurte natural e fruta) são as bebidas mais populares para o acompanhamento das refeições. Entre as sobremesas, destaca-se o Gulab Jamon, uma bolinha de leite recheada com pistache, castanha de caju, frita, embebida em calda de açúcar e cardamomo.

Anote uma receita de massala:

1 colher de sopa de pimenta do reino

1 colher de sopa de aniz estrelado

1 colher de sopa de cominho em grãos

1 colher de sopa de coentro em pó

1 colher de sopa de noz moscada

1 folha de louro

1 colher de sopa de cravo da índia

1 colher de sopa de semente de cardamomo

1 canela em pau

Toste todos os ingredientes em uma frigideira por 15 minutos, sempre misturando para não queimar. Deixe esfriar e em seguida, bata tudo em um liquidificador ou soque em um pilão. Peneire.

Essa massala pode ser usada para temperar qualquer prato ou até mesmo um chá de sua preferência.

Escrito por

Psicoterapeuta Junguiana pós-graduada pela FACIS e IJEP e Expertisse em Terapia Floral de Bach.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s