VALE A PENA VIVER COM ÉTICA!

 

A fim de viver com ética e honra, declaro neste momento que:

Eu tenho um desejo de viver em um mundo pacífico e harmonioso. Portanto, eu dou pequenos passos para incentivar minha paz interior, permitindo-me viver uma vida autêntica. Me ocupando com as oportunidades de aprendizagem  que a Vida me apresenta e sabendo que, através desta aprendizagem, vou saber mais sobre mim e sobre o que eu quero da vida. Isto irá criar paz interior. Ao ser pacífica, eu trago mais paz para o mundo.

Eu reconheço que eu crio a minha vida através das minhas escolhas: Portanto, eu assumo total responsabilidade por minha vida. Eu me comprometo a viver com consciência, fazer escolhas conscientes sobre as palavras que eu falo e as ações que eu tomo. Estou ciente de que, cada gesto meu cria ondulações que afetarão mais pessoas do que eu possa imaginar.Portanto, eu escolho palavras gentis e ações de compaixão.   Estou ciente de que nem todos os seres humanos estão vivendo conscientemente, escolhendo palavras gentis e ações benéficas. Eu entendo que às vezes são ditas palavras rudes que só espalham a dor. Por isso eu evito tomar pra mim, as palavras do outro e procuro me importar menos com a opinião dos outros.  

Eu entendo como é importante ter um elevado nível de auto-estima para que eu possa viver uma vida saudável e produtiva. Portanto, eu aprendo a acalmar as vozes de limitação implantadas na minha cabeça por outras pessoas. Eu aprendo a ignorar os opositores, sabendo que o que eles acreditam não importa tanto quanto o que eu acredito. Se eu acredito que posso fazer algo, eu posso. Comprometo-me a aprender sobre quem eu sou e do que sou capaz. Eu descobrirei todos os meus talentos e desenvolverei todas as minhas capacidades. Descubro meus mais profundos desejos em meu coração, honrando os meus sonhos e paixões. Eu confio na minha voz interior de sabedoria e na minha intuição.  

Eu sei que viver uma vida saudável e produtiva inclui a sensação de que fiz uma contribuição ao mundo, não como uma obrigação, mas por um desejo genuíno de oferecer os meus dons ao Mundo.
Por isso eu faço o que amo, confiando que o cumprimento do desejo mais profundo do meu coração vai trazer uma contribuição para o mundo, mesmo que eu não entenda como. Eu sei que o medo vai tentar me segurar. Portanto, eu aprenderei a reconhecer a indecisão, hesitação e falta de vontade de agir como um medo subjacente de ser julgado (como um fracasso ou sucesso) e rejeitado. Eu aprendo a sentir o medo e apesar dele agir de qualquer maneira. 

Eu estou ciente de que todos os seres humanos têm uma profunda necessidade de ser ouvido. 
Portanto, eu sou uma boa ouvinte que ouve a mensagem por trás de “palavras ocultas”.Escuto com uma mente aberta e um coração aberto.  Estou ciente de que o salgueiro que se dobra ao vento é menos provável de quebrar.Portanto, eu sou flexível e tenho a mente aberta e sou consciente de que sempre há mais de uma maneira de abordar qualquer situação. 

Eu estou ciente de que o riso é o melhor remédio.
Portanto, eu estou disposto a ver o humor nas situações e levar a vida menos a sério. Eu sei que está tudo certo e que devo me divertir e rir de mim mesma. Eu sei que a gratidão é um ingrediente fundamental na receita da felicidade. Portanto, expresso minha gratidão todos os dias em nome de todas as bençãos da minha vida. 

Eu sei que dar e receber são duas metades iguais de uma equação que beneficia tanto o doador quanto quem recebe. Na verdade, o receptor oferece ao doador o dom de se sentir bem através de suas doações.Assim, graciosamente recebo e ofereço os dons de ajuda e apoio.

Eu sei que a minha palavra deve tornar-se lei. A fim de desenvolver a confiança – comigo mesmo e com os outros – Eu devo ser fiel à minha palavra. 
Por isso eu me comprometo a ser cautelosa em minhas palavras – só fazendo promessas que eu sei que vou poder cumprir. Sou cautelosa com o quanto me comprometo.  

Eu sei que o foco em nossas diferenças, ao invés de nossas semelhanças, cria tensão e divisão. Por isso comprometo-me a aprender a amar incondicionalmente toda a humanidade, independentemente de credo, nacionalidade, religião, sexo ou raça.  

Eu sei que inerentemente o amor é a única resposta.

Adaptei este texto do Código de Honra das irmãs do Círculo Universal de Mulheres.

Escrito por

Psicoterapeuta Junguiana pós-graduada pela FACIS e IJEP e Expertisse em Terapia Floral de Bach.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s